Welcome to Benchmark!

Richard Vohsing

Porque vão os emails parar à caixa de Spam?

Feb 15 2013, 06:01 AM by

Poucos são os dias em que não me coloque esta questão. Esta acaba por ser uma das razões do meu lugar no Benchmark Email, procurar assegurar que os emails que enviar são entregues na caixa de correio, no fundo fazer o que é o nosso serviço. Mas responder a esta questão não é simples. Existem muitas variáveis de entrega a ser testadas, que tornam a resposta numa combinação de vários aspectos, não apenas um.

 

1) É um problema de envio ou recebimento?

O primeiro passo é perceber se o problema está ao nível do envio ou do recebimento. Para testar, seleccionei um conjunto de endereços de email, dos principais servidores gratuitos de correio electrónico: Gmail, MSN, Yahoo!, AOL, Mail.com, etc. (criei cerca de 50 contas, apenas com este propósito). Depois de efectuado o teste, faço a mesma verificação para cada conta, de ver se o email foi recebido na caixa de entrada ou na de Spam. Tal permitirá perceber se o problema é relativo a algum domínio especifico ou não. Assim, se para todos os envios o email for aceite excepto para o Gmail, saberei que deverei concentrar-me neste servidor, para encontrar forma de resolver o problema.

Na realidade, é raro um problema de entrega com os principais servidores de email. O mais comum são as dificuldades com o dominio de destino, principalmente os privados ou empresariais. Nesse caso, as dificuldades surgem a nível de firewall ou definições de segurança desnecessariamente elevadas, o que pode ser contornado criando uma whitelist ou por adicionar os endereços a uma lista de remetentes seguros. Na situação invulgar do erro ser causado por dominio especifico num determinado servidor, os nossos programadores poderão então investigar o sucedido e procurar soluções.

Se a sua análise verificar que o problema não está relacionado com o dominio do email, então a causa poderá ser a nível do remetente, o que será abordado no próximo passo.

 

2) Qual o conteúdo do email?

Este segundo passo será analisar o conteúdo do seu email, que pretende enviar. Inclui palavras-chave? Erros? Qual é o assunto do email? Quem envia? Existem muitas possibilidades de erro mas o melhor é usar o bom senso e tentar colocar-se no papel de destinatário das suas comunicações. Tente imaginar como eles irão reagir e ajuste os conteúdos de acordo com essa sensibilidade. Outro teste que poderá fazer será enviar o seu email a amigos e colegas de trabalho e pedir-lhes opiniões de melhoria. Quanto mais opiniões tiver, melhor poderá optimizar o seu email.

 

3) Aspectos técnicos

Quando estas hipóteses falham, será necessário providenciar outros recursos técnicos sobre entrega de emails, que incluem registos SPF (Sender Policy Framework), autenticação DKIM e reputação. Analisando cada um destes três aspectos:

Sender Policy Framework (SPF) são registos que indicam, sobre um dominio, quem tem permissão para fazer envios em seu nome. Pretende-se assim evitar que sejam feitos envios a partir de um dominio, que não tenha o seu consentimento. Se para contas mais pequenas tal não é necessário, podem ainda assim ser considerados, quando as taxas de entrega são pequenas.


DKIM é um método de encriptação, que assegura que o seu email é verdadeiro e seguro. No caso do Benchmarke Email, todos os envios são feitos com uma autenticação de 1024 bit ou superior, pelo que os utilizadores não deverão ter grandes preocupações sobre os seus envios, devido a esta autenticação.


Por último, a reputação.
Este é o ponto mais delicado no processo de entrega de emails. Esta pode ser classificada numa escala de 1-100. Cada servidor de internet e de email tem a sua classificação atribuida, em função dos endereços de IP e de email. Por isso, não é possível ter-se uma avaliação precisa da reputação. Tal pode parecer pouco animador mas é preciso ver que tal resulta das suas prática de email marketing.

 
 

Publicado em Tips & Resources

Blogs Relatecionados

Post a new comment

POST YOUR COMMENT

Comment With Facebook