Quando profissionais de email marketing questionam a eficácia das respostas automáticas, o que eles normalmente estão pensando é nas taxas de clique, abertura e conversão. Emails de respostas automáticas são os criativos no mundo do e-mail marketing, então, se você quer saber exatamente o quão eficaz sua campanha de respostas automáticas pode ser, pergunte a si mesmo o que você está enviando como parte de sua campanha.

Para garantir tal eficácia, a primeira coisa que você deve fazer é ser consistente ao longo dos seis primeiros dias de contato com seu público. Uma vez que isso foi feito, é hora de avaliar que tipos de campanhas de respostas automáticas você tem em mente. Elas são eficazes na transmissão das informações que você sabe que seu público está procurando? Além disso, todas as campanhas de respostas automáticas precisam ser pensadas através de uma série de questões que garantem que você realmente tenha pensado em todos os ângulos da sua campanha.

Questão #1: Linhas de assunto

Nós já mencionamos diversas vezes a importância das linhas de assunto, mas quando se trata de respostas automáticas, a história é um pouco diferente. Uma vez que estabelecemos que os 6 primeiros dias de contato com o cliente são importantes, então você deve assegurar-se de que sua linhas de assunto nesse período cativem o leitor. O que eles vão esperar de cada campanha e como é que a campanha amarra o seu processo de apresentação para que te conheçam? Se você ainda não pensou em uma maneira elegante para amarrar isso, então suas linhas de assunto podem estar desconexas e sua marca pode soar como inconsistente.

Questão #2: Design

Nós estabelecemos que não queremos apenas o “esqueleto” de um template e que queremos variar o tipo de informação que estamos compartilhando em nossas campanhas de resposta automática. Dito isto, você também deseja manter a elegância e consistência da sua marca em suas campanhas. Sendo assim, evite um design “pesado”, e evite um banner enorme com o seu logo, isso ocupa muito espaço para baixar em banda larga, sobretudo em smartphones. O seu leitor já sabe quem é você, afinal de contas, eles viram seu nome quando clicaram na campanha.

Questão #3: Intimidade

Vamos pensar em um filme. O processo de assistir a um filme – ou pelo menos um bom filme – é uma experiência íntima. Você está entrando em um mundo e você sente que essa história está lá apenas para você; ela está focada em compartilhar seu mundo com você. Uma campanha de e-mail de respostas automáticas bem pensada irá fazer a mesma coisa: vai ser íntima, ainda que campanhas de respostas automáticas sejam projetadas para serem eficientes e direcionadas a um fluxo de pessoas em um determinado momento – como um filme. Portanto, para transmitir intimidade, use uma linguagem coloquial e aborde diretamente o leitor.